Não seja personagem!

0

Sabe aquele conselho que todo mundo já ouviu um dia: “seja você mesmo!” e achou o maior clichê!?!

Então, nada mais correto e adequado, aliás, diria até ousado! Em um mundo em que a maioria tenta imitar ou parecer alguém, chega a ser corajoso demonstrar sua verdadeira personalidade.

Um dos conselhos mais velhos do mundo pode ser resumido em uma palavra: naturalidade! A pessoa que consegue ser natural, dar opiniões e, principalmente, se relacionar com os demais sem impôr sua presença ou um jeito de agir é a que cativará os outros a sua volta.

O problema é que se vê muito esforço para ser amado por alguém às custas de se enquadrar no que este considera ideal; na busca pelo sucesso no ambiente de trabalho até com falsidade se for preciso; além de “forçar” certa simpatia até para conseguir amigos no seu convívio pessoal.

Claro que essas são ações que dão resultado a curto prazo, mas não há um indivíduo que consiga manter um personagem eternamente. Uma hora a máscara cai, como ouço muito por aí…

E aquela pessoa que sempre foi natural, conquista seu espaço sem esforço. Aliás, ser alguém que desperta paixão, amizade, companheirismo e simpatia por justamente não demonstrar sua essência, tampouco conseguir ser natural, é digno de pena e acabará sozinho…

mebeforeyou

Então, clichê ou não, seja você mesmo, tenha naturalidade ao lidar com os outros, não seja personagem em sua própria vida!

 

Taís Almeida

Share.

About Author

Leave A Reply