Agradar ou ser sincero?

0

Estamos em pleno Séc. XXI, declaramo-nos modernos e até empoderadas (diga-se de passagem as mulheres)… Até que nos encontramos perante um simples questionamento: agradar o outro ou ser sincero?

Imagine a situação: Estou muito interessada em um homem, as conversas acontecem naturalmente, tudo caminha bem, até que ele faz convites ou declarações com as quais não concordo ou deixaria para outro momento… E aí?

Esqueço meus princípios em prol de alguém ou jogo as cartas na mesa e arrisco tudo!?!

A primeira atitude sempre é procurar um conselho, da Best, da mãe (que, pra mim, é a melhor amiga), mas o resultado é mais confusão, pois uma diz para ceder só no começo, até que o relacionamento se estabeleça; já a segunda diz que é preciso se manter firme as suas convicções.

A pergunta é: valerá a pena abrir mão do que acredita para agradar alguém? E por quê temos tanto medo de mostrar nosso verdadeiro eu?

Se você abre mão de suas crenças só para agradar o desejo do outro, isso se perdurará por pouco tempo, pois ficará insatisfeita e pior ainda quando não resultar na relação afetiva e segura que tanto almejava.

Ok, eu sei que estou falando de ser sincera e arriscar tudo, o que não é nada fácil. O dilema eterno de ter feito certo ou errado existirá, mas aquele ditado de que o tempo te dá as respostas é a mais pura verdade!! E a consciência tranquila por ter agido de acordo com sua convicção não tem preço!!

Eu já abri mão muitas vezes do que achava melhor, como sair com alguém que nem me interessava, mas que havia sido insistente ou era recomendação de amiga; de sair em horários nos quais tive que fazer verdadeiros malabarismos em minha rotina, mas quer saber!?! Não obtive as mesmas considerações e acabei frustrada…

Agora, decidi e aprendi que ou a pessoa gosta de mim como sou ou não dará certo! E arriscar tudo também faz parte, porque se der certo, você acertou na mega sena da virada!! Terá um homem que admirará sua personalidade (pare com essa mania de achar que o sexo masculino tem pavor disso), estará na relação consciente e por você!!

Ok, não deu certo, o cara se amedrontou e fugiu… Não, girl, na verdade, ele não queria nada contigo a não ser um passatempo. Então, você acertou mais uma vez na mega da virada!! Evitou desperdício de tempo e sofrimento!! E, como diria Nayara Azevedo: “se deu certo bem, se não deu certo, ótimo! Próximo, próximo!!” laugh

Já passou da hora de as mulheres serem sinceras consigo mesmas e não cederem só por medo de ficarem sozinhas! E os homens, de serem honestos quando não querem nenhum relacionamento sério ao invés de iludir…

Tem sempre alguém que possuirá o mesmo interesse, pois nem todo mundo quer casar, às vezes a intenção é só aventura (em ambos os sexos), em contrapartida há o sonho ainda do matrimônio, ou simplesmente uma pessoa que está contente vivendo sua solteirice sem precisar ficar com outros indivíduos.

O problema é que perdemos o time da sinceridade (não confunda com grosseria) e acabamos feridos em relações fracassadas…

Eu sou a favor da sinceridade sempre, principalmente consigo mesmo!!

 

E você, agradaria ou seria sincero? Conte pra mim nos comentários!!

 

@blogdataisalmeida

Share.

About Author

Leave A Reply